Cancel Preloader

Suspensão das atividades letivas e educativas – Atualização de 22.01

  • João Paulo Ramos
  • 21 Jan, 2021
  • 0 Comentários
  • 3 Mins Read

Atualização de 22.01.2021

Divulga-se a lista atualizada das escolas de referência para acolhimento de filhos de trabalhadores de serviços essenciais, de acordo com o definido no número 1 do artigo 31º-B do Decreto n.º 3-C/2021, de 22 de janeiro, legislação aqui acessível.

No caso do nosso agrupamento, a escola de acolhimento é a E.B. de Forjães, sita na Rua da Pedreira, n.º 207 – 4740-446, FORJÃES, que poderá ser contactada através do n.º de telefone 253 879 200.

Lista de escolas de acolhimento – Esta lista é dinâmica e poderá, face ao evoluir da situação, sofrer alterações. Estas alterações serão sempre realizadas pela DGEstE, em articulação com os AE/ENA e os municípios.

Esta situação aplica-se quando há “mobilização para o serviço ou prontidão obste a que prestem assistência aos mesmos”. Os interessados deverão entrar em contacto direto com a escola de referência, apresentando as suas necessidades.

 

“Conforme decidido no Conselho de Ministros de dia 21 de janeiro, em virtude da evolução da pandemia, as escolas devem suspender, a partir de amanhã, dia 22 de janeiro, até ao dia 5 de fevereiro, as atividades letivas e educativas, desde a educação pré-escolar até ao ensino secundário.

Vimos, assim, deixar as seguintes instruções e recomendações para este período:

  1. Rede de Escolas de Acolhimento: A rede de escolas de acolhimento retoma a sua atividade, estando abertas as escolas para a receção e acompanhamento dos filhos ou outros dependentes a cargo de trabalhadores de serviços essenciais e servindo refeições a alunos beneficiários dos escalões A e B da ação social escolar, com o envolvimento das autarquias locais, a fim de garantir a disponibilização das refeições necessárias.

Este Agrupamento e a Câmara Municipal de Esposende, durante o período em que vigore a suspensão das atividades letivas, poderão garantir o fornecimento de refeições escolares aos alunos abrangidos pelos Escalões A e B, importando salientar os seguintes aspetos:

  • em regra, será assegurado o fornecimento da refeição em regime de take-away. Pontualmente, e em situações de força maior (ex. isolamento profilático), poderá ser avaliada a possibilidade de entrega domiciliária, mas dependerá da disponibilidade, para o efeito, das entidades fornecedoras;
  • o custo das refeições para as famílias mantem-se nas condições praticadas durante o tempo letivo, ou seja, será gratuito para os alunos com Escalão A, tendo um custo de €0,73 para os alunos com Escalão B
  • os interessados deverão solicitar este serviço junto do Agrupamento de Escolas.
  1. Proteção de Crianças e Jovens em Risco: As escolas de acolhimento estão disponíveis para receber, presencialmente, as crianças e jovens em risco sinalizados pelas CPCJ.
  1. Apoio aos alunos com medidas adicionais: Sempre que necessário, são assegurados os apoios terapêuticos prestados nos estabelecimentos de educação especial, nas escolas e pelos Centros de Recursos para a Inclusão, bem como o acolhimento nas unidades integradas nos Centros de Apoio à Aprendizagem, para os alunos para quem foram mobilizadas medidas adicionais, salvaguardando-se as orientações das autoridades de saúde.
  1. (…)
  2. Calendário Escolar: Em função da evolução e duração da suspensão das atividades letivas e educativas, poderão vir a ser introduzidas alterações ao calendário escolar, para compensar e apoiar os alunos.”

 

Alunos/as, peço-vos que se resguardem em casa e não se juntem para conviver. Sei que é muito difícil, sobretudo nas vossas idades… No entanto, temos que ter paciência para que um dia destes possamos festejar, todos juntos, o facto de estarmos vivos! Estarmos vivos, sim! As previsões para os próximos tempos são muito assustadoras… Cuidem-se! Cuidem dos vossos!

A escola estará sempre aberta para tudo o que necessitarem, um telefonema, uma palavra amiga. Estamos aqui para vocês.

Fiquem bem!

A Diretora, Paula Cepa

 


Informação de 21.01-2021

De acordo com a conferência de imprensa do Conselho de Ministros hoje realizada, as atividades letivas encontram-se suspensas pelo período de 15 dias, com efeitos a partir de sexta-feira, dia 22 de janeiro de 2021, e até ao dia 5 de fevereiro (inclusive).

Oportunamente, e se necessário, serão divulgadas informações mais detalhadas sobre esta interrupção na presente publicação.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *