Cancel Preloader

Dia Mundial do Autismo: 2 abril – EB de Pinhote

  • Avelino Oliveira
  • 13 Abr, 2021
  • 0 Comentários
  • 1 Min Read

Hoje aprendemos que:

  • O Autismo não é uma deficiência.
  • Este é diagnosticado mais frequentemente em rapazes do que em raparigas.
  • As pessoas com autismo não estão desconectadas deste mundo. A verdade é que elas estão hiper-conectadas.
  • A maioria das crianças com autismo são hiper-sensíveis a estímulos sensoriais, às luzes, aos sons, ao tato e ao paladar; são diferentes.
  • É precisamente esta hiper-sensibilidade que provoca muitos dos comportamentos de uma criança com autismo, como as estereotipias.
  • As estereotipias (comportamentos repetitivos e exclusivos) devem ser respeitadas. Porque estas são um ajuste, um sintoma e não um problema. É uma forma das nossas crianças lidarem com o excesso de estímulos sensoriais. Devemos entendê-la e respeitá-la, como um escape para a criança autista.
  • É possível ver mudanças incríveis nas crianças com autismo, se lhes proporcionarmos um ambiente de amor, compreensão e conhecimento e utilizando as ferramentas certas.
  • Existem crianças com espectro do autismo que revelam talentos excecionais em áreas como os cálculos numéricos, as artes visuais ou a música. Um número maior revela excecionais aptidões noutras áreas, no entanto, muitos têm dificuldades de aprendizagem e de se focar em mais do que um tema.
  • A maioria das crianças autistas tem uma inteligência normal ou até superior à média.
  • Muitas crianças com autismo querem fazer amigos como todas as outras, mas nem sempre sabem como fazê-lo.
  • As crianças com autismo sentem emoções, e embora nem sempre as saibam interpretar, têm-nas com a mesma intensidade que todos nós. No entanto, podem ter dificuldade em reconhecer, identificar e entender as emoções dos outros, e precisar de apoio nesse sentido.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *